domingo, 2 de dezembro de 2018

Números finais do Botafogo em 2018


A seguir, números finais do Botafogo na temporada 2018:

Total geral

- 62 jogos;
- 23 vitórias;
- 18 empates;
- 21 derrotas;
- aproveitamento de 46,7%.



- 68 gols marcados;
- 75 gols sofridos;
- saldo negativo de 7 gols;

Artilheiros:

- 10 gols: Brenner e Kieza;
- 9 gols: Lindoso;
- 7 gols: Luiz Fernando;
- 6 gols: Pimpão;
- 5 gols: Léo Valencia e Erik;
- 4 gols: Igor Rabello;
- 2 gols: Joel Carli;
1 gol: Marcos Vinícius, Renatinho, Gilson, Matheus Fernandes, Marcinho, Aguirre, Jean e Arnaldo.

- Ainda tivemos 2 gols a nosso favor marcados contra por jogadores de equipes adversárias (Atlético/PR e Vitória).

Os jogadores que entraram em campo na temporada:

- 61 jogos:
  Igor Rabello (titular em todos);
- 55 jogos:
  Pimpão (28 como titular);
- 54 jogos:
  Luiz Fernando (42 como titular);
- 50 jogos:
  Lindoso (47 como titular);
- 48 jogos:
  Marcinho (47 como titular);
  Léo Valencia (46 como titular);
- 45 jogos:
  Matheus Fernandes (39 como titular);
  Brenner (32 como titular); 
- 40 jogos:
  Moisés (37 como titular);
  Kieza (27 como titular);
- 39 jogos:
  Joel Carli (titular em todos);
- 31 jogos:
  Renatinho (13 como titular); 
- 28 jogos:
  Gilson (25 como titular);
- 27 jogos:
  Marcelo Benevenuto (22 como titular);
- 23 jogos:
  Jefferson (titular em todos);
  Aguirre (7 como titular);
- 21 jogos:
  Ezequiel (7 como titular);
- 20 jogos:
  Saulo (19 como titular);
- 19 jogos:
  Bochecha (17 como titular);
- 18 jogos:
  Gatito (titular em todos);
- 17 jogos:
  Erik (15 como titular);
  Jean (14 como titular);
- 16 jogos:
  Marcos Vinícius (5 como titular);
- 15 jogos:
  João Paulo (13 como titular);
- 13 jogos:
  Luis Ricardo (8 como titular);
  Marcelo (6 como titular);
- 8 jogos;
  João Pedro (4 como titular);
- 7 jogos;
  Dudu Cearense (2 como titular);
  Arnaldo (titular em todos);
- 5 jogos;
  Yago (4 como titular);
- 4 jogos:
  Leandro Carvalho (2 como titular);
- 3 jogos:
  Pachu (titular em nenhum);
- 2 jogos:
  Diego (titular em todos);
  Yuri (titular em todos);
- 1 jogo:
  Kanu (começou no banco);
  Leandrinho (começou no banco);
  Lucas Campos (começou no banco).


Pelo Estadual

- 8 vitórias;
- 4 empates;
- 5 derrotas;
- aproveitamento de 54,9%;

- 20 gols marcados;
- 20 sofridos.

Brenner foi o artilheiro com 6 gols, seguido por Kieza, com 3.

Os jogadores que mais atuaram:

- 17 jogos:
Igor Rabello (titular em todos);
Léo Valencia (titular em todos);
Pimpão (titular em 11);
- 16 jogos:
Luiz Fernando (titular em 11);
- 15 jogos:
Marcelo Benevenuto (titular em 13);
Brenner (titular em 12).

Pela Copa do Brasil

Foi apenas um jogo: derrota por 2x1 para a Aparecidense. O gol foi marcado por Pimpão.

Pela Sul-Americana

- 3 vitórias;
- 1 empate;
- 2 derrotas;
- aproveitamento de 55,5%;

- 9 gols marcados;
- 7 gols sofridos.

Artilheiros:

- 3 gols: Pimpão;
- 2 gols: Luiz Fernando;
- 1 gol: Brenner; Matheus Fernandes; Lindoso; Léo Valencia.

Jogadores que mais atuaram:

- 6 jogos:
  Igor Rabello (titular em todos);
  Lindoso (titular em todos);
  Pimpão (3 como titular);
- 5 jogos;
  Léo Valencia (titular em todos);
  Joel Carli (titular em todos);
  Gilson (4 como titular);
  Matheus Fernandes (4 como titular);
  Marcinho (4 como titular);
  Luiz Fernando (4 como titular);
  Brenner (3 como titular)
  Renatinho (3 como titular);
- 3 jogos;
  Saulo (titular em todos);
  Kieza (2 como titular);
  Aguirre (1 como titular);
- 2 jogos:
  Luis Ricardo (titular em todos);
  Moisés (titular em todos);
  Bochecha (titular em todos);
  Marcelo Benevenuto (1 como titular);
  Marcelo (1 como titular);
  Jean (1 como titular);
- 1 jogo:
  Gatito Fernandez (titular);
  Leandro Carvalho (titular);
  Jefferson (titular);
  Diego (titular);
  Marcos Vinícius (começou no banco).

Pelo Brasileiro

- 13 vitórias;
- 12 empates;
- 13 derrotas;
- aproveitamento de 44,7%.

- Como mandante: 10 vitórias, 7 empates e 2 derrotas (aproveitamento de 64,9%).

- Como visitante: 3 vitórias, 5 empates e 11 derrotas (aproveitamento de 24,5%).

Foram 38 gols marcados e 46 sofridos, com saldo negativo de 8 gols.

Artilheiros:

- 7 gols: Kieza; Lindoso;
- 5 gols: Erik;
- 3 gols: Léo Valencia; Luiz Fernando; Brenner;
- 2 gols: Rabello;
- 1 gol: Gilson; Pimpão; Marcinho; Carli; Aguirre; Jean;
- Ainda tivemos 2 gols a nosso favor marcados contra por jogadores de equipes adversárias (Atlético/PR e Vitória).

Jogadores que atuaram:

- 37 jogos:
  Igor Rabello (titular em todos);
- 33 jogos:
  Matheus Fernandes (28 como titular);
- 32 jogos:
  Lindoso (titular em todos);
  Marcinho (titular em todos);
  Luiz Fernando (26 como titular);
- 31 jogos:
  Pimpão (13 como titular);
- 29 jogos:
  Joel Carli (titular em todos);
- 27 jogos:
  Léo Valencia (25 como titular);
  Moisés (24 como titular);
  Kieza (20 como titular); 
- 24 jogos:
  Brenner (16 como titular);
- 20 jogos:
  Aguirre (6 como titular);
- 17 jogos:
  Saulo (16 como titular);
  Erik (15 como titular);
  Bochecha (15 como titular);
  Renatinho (7 como titular);
- 16 jogos:
  Gilson (14 como titular);
- 15 jogos:
  Jean (13 como titular);
- 13 jogos:
  Jefferson (titular em todos);
- 10 jogos:
  Ezequiel (1 como titular);
- 9 jogos:
  Marcelo Benevenuto (7 como titular);
- 8 jogos:
  Gatito (titular em todos);
  Luis Ricardo (6 como titular);
  João Pedro (4 como titular);
- 7 jogos:
  Marcos Vinícius (2 como titular);
- 5 jogos:
  Yago (4 como titular);
- 4 jogos:
  Marcelo (começou no banco em todos);
- 2 jogos:
  Yuri (titular em todos);
  Dudu Cearense (1 como titular);
  João Paulo (começou no banco em ambos);
- 1 jogo:
  Diego (titular);
  Leandro Carvalho (titular);
  Pachu (começou no banco);
  Leandrinho (começou no banco).

Cartões amarelos recebidos:

Carli - 12;
Matheus Fernandes - 10;
Pimpão - 9;
Marcinho e Luiz Fernando – 7 cada;
Lindoso - 6;
Gilson - 5;
Rabello; Jean; Bochecha – 4 cada;
Marcelo Benevenuto; Léo Valencia – 3 cada;
Moisés; Renatinho; Brenner; Aguirre; Erik – 2 cada;
Gatito; Saulo; Dudu Cearense; Yuri; Marcelo; Marcos Vinícius – 1 cada.

Expulsões:

Aguirre 2;
Matheus Fernandes; Moisés; Gilson – 1 cada.

Comparativo de aproveitamentos em 2018 (a Copa do Brasil não foi considerada por ter sido apenas um jogo):

- No total de jogos: 46,7%;
- Estadual: 54,9%;
- Copa Sul-Americana: 55,5%;
- Brasileiro: 44,7%.



Abaixo, os aproveitamentos do time em 2017:

- Aproveitamento geral: 50,6%;
- No Estadual: 54,7%;
- Na Copa do Brasil: 44,4%;
- Na Libertadores: 57,1%;
- No Brasileiro: 46,4%.

Para quem quiser comparar, segue o link para a publicação referente aos números finais da temporada 2017:

Números finais do Botafogo em 2017


Saudações alvinegras!

2 comentários:

Felipao df disse...

Parabéns pelo trabalho.Completo e preciso. Saudações!

Cadré disse...

Obrigado Felipão!

Saudações alvinegras.