domingo, 27 de setembro de 2015

Situação após 28 rodadas

 A 28ª rodada foi encerrada e agora restam apenas 10 para o fim do campeonato. Cada equipe disputará 30 pontos e a classificação da competição está assim:


 A vitória por 2x1 contra o Macaé consolidou ainda mais o Botafogo na liderança.

 O time alvinegro aumentou para seis pontos a vantagem sobre o 2º colocado. A liderança está garantida ao final da próxima rodada (29ª), independente dos resultados que ocorrerem. Inclusive, para o Vitória nos tirar a liderança lá na 30ª rodada, somente se perdermos os dois próximos jogos, os baianos vencerem as duas partidas deles e ainda descontarem uma desvantagem de 9 gols de saldo em relação a gente.

 O Glorioso aumentou de seis para oito pontos a vantagem sobre o 3º e 4º colocados.

 A diferença sobre o 5º colocado (primeiro time fora da zona de acesso), aumentou de oito para dez pontos. Tal vantagem é que vai nos aproximando do retorno para o nosso devido lugar.

 A diferença do 10º colocado para o G4 se manteve em oito pontos.

 O aproveitamento do Botafogo aumentou de 64,2% para 65,5%. Como mandante, nosso aproveitamento aumentou de 71,8% para 73,8% e, como visitante, é de 57,1%.

 O Botafogo é o líder do 2º turno, com 19 pontos, assim como é o melhor visitante da competição, com 24. Como mandante, o clube é o 8º colocado, com 31 pontos.

 O aproveitamento do Glorioso, de 65,5%, é maior que os aproveitamentos dos 4º colocados de 2012, 2013 e 2014(*), respectivamente 62,3%, 52,6% e 55,3%.

 (*) Em 2014 consideramos o aproveitamento do Vasco, que seria o 4º colocado, caso o América/MG não tivesse sido punido com a perda de seis pontos.

 Nosso aproveitamento é superior ao do campeão de 2014 (61,4%), mas continua inferior ao dos campeões de 2012 (68,4%) e 2013 (69,3%).

 O Botafogo tem o melhor ataque do campeonato, com 46 gols marcados, assim como a melhor defesa, com 21 gols sofridos.

 O artilheiro do alvinegro é Pimpão, com 07 gols, seguido por Navarro, com 06. Sassá e Luis Henrique marcaram 04 gols.

 Renan Fonseca participou dos 28 jogos do Botafogo no Brasileiro, seguido por Willian Arão, com 26, e Diego Giaretta, com 25 jogos.

 Jogadores pendurados com dois cartões amarelos: Renan Fonseca, Roger Carvalho, Serginho, Willian Arão, Tomas e Sassá.

 Carleto recebeu o 3º amarelo contra o Macaé e não poderá enfrentar o Sampaio Corrêa, na próxima rodada, em São Luis. Essa partida será realizada na sexta-feira, 02 de outubro, às 21h.

 Jogos das equipes que lutam pelo acesso:

- Santa Cruz (6º) x Bragantino (9º) – terça-feira - 21h;
- Atlético/GO x Paysandu (3º)– sábado - 16h30;
- Oeste x Náutico (8º) – sábado - 16h30;
- Bahia (4º) x Vitória (2º) – sábado - 16h30;
- Mogi Mirim x América/MG (5º) – sábado - 21h.

 Saudações alvinegras.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Não foi fácil, mas vencemos mais uma!

 O Botafogo derrotou o Macaé por 2x1 no estádio Nilton Santos e segue firme na busca pelo retorno para a série A. Com a vitória, garantimos a liderança, não somente nesta rodada, mas também na próxima, independente dos resultados, quando restarão nove rodadas para o fim do campeonato.

 O jogo acabou ficando mais difícil do que a 1ª metade do 1º tempo apresentava, já que no 2º tempo o time deu uma encolhida e, consequentemente, espaços ao adversário, que chegava em jogadas aéreas.

 O Botafogo começou com bom volume de jogo, atuando no campo do adversário, mas errava muitos passes, o que dificultava chegar com perigo na meta adversária.

 Aos 10 minutos aconteceu um lance totalmente inesperado: um jogador adversário atrasou a bola de fora da área, o goleiro tentou dominar, mas a bola passou debaixo de seu pé e foi para as redes, com o Botafogo abrindo o placar.

 Após o gol o time alvinegro deu uma reduzida no ímpeto, o Macaé até tentou chegar ao ataque, mas o domínio ainda era nosso. Aos 19 Carleto cruzou rasteiro da esquerda, a bola atravessou a pequena área, o goleiro se esticou, mas não tocou na bola e quase Arão completou.

 Aos 29 Fernandes recebeu de Neilton, tirou dois marcadores com um drible de corpo, chutou de longe e mandou no ângulo, marcando um golaço: 2x0 Fogão!

 Aos 36 o Botafogo atacava e tinha vários jogadores bem posicionados na frente, mas Luis Ricardo, além de não tocar, exagerou nas firulas e perdeu a bola. Na sequência da jogada, o Macaé atacou, a bola foi na esquerda de ataque deles, um jogador recebeu livre, na posição em que deveria estar Luis Ricardo, cruzou na área e o atacante cabeceou no canto e diminuiu: 2x1 Botafogo.

 Fomos para o intervalo com a vantagem mínima no placar. Voltamos para o 2º tempo sem alterações.

 Aos 7 tivemos um bom ataque, Daniel Carvalho chutou, o goleiro deu rebote, mas o zagueiro cortou.

 O Macaé assustou aos 9, em bola cruzada na área, quando o atacante tocou de cabeça e Jefferson deu um tapa para escanteio.

 Aos 15 minutos Renan Fonseca saiu contundido, entrando Alisson. No minuto seguinte foi a vez de Neilton ceder seu lugar para Sassá, mas neste caso por opção do treinador.

 Aos 23, outro susto, quando a bola foi para a nossa rede, mas o jogador estava em impedimento e a jogada foi impugnada. Aos 26, Carleto falhou feio ao tentar dominar no campo de defesa, o Macaé avançou, mas por sorte o arremate foi por cima do gol.

 Aos 30 o treinador mexeu novamente, tirando Daniel Carvalho para a entrada de Elvis.

 O adversário tentava chegar na base dos cruzamentos, mas nossa defesa suportou os avanços e conseguimos manter a importantíssima vitória.

 Receberam cartão amarelo: Carleto (3º dele, que está fora do próximo jogo) e Alisson.

 Hoje destaco a boa atuação de Fernandes e o golaço marcado por ele. Arão esteve bem aplicado na partida. Alguns criticam, mas a saída de Renan Fonseca hoje mostrou, com base no elenco atual, que é melhor ele estar em campo. Nossa marcação pelos lados do campo ainda é um fator de preocupação. Sobre Lindoso, que começou jogando hoje, prefiro aguardar mais alguns jogos.

 Agora serão 10 dias até o próximo jogo, dia 02 de outubro, contra o Sampaio Corrêa, em São Luis.

 Botafogo: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca (Alisson), Giaretta e Carleto; Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Fernandes e Daniel Carvalho (Elvis); Neilton (Sassá) e Navarro.

 Saudações alvinegras.

 Twitter: @OpiniaoBotafogo

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Situação após 27 rodadas

 Finalizada a 27ª rodada e restando 11 para o fim do campeonato, o Botafogo se mantém na liderança, sendo esta a classificação da competição:


 Nesta rodada, vencemos o Boa Esporte, fora de casa, por 1x0, e estamos nos aproximando de nosso maior objetivo, que é o retorno para a série A.

 O Glorioso abriu cinco pontos de vantagem para o 2º colocado, o que garante terminarmos a rodada 28 na liderança, independente dos resultados da mesma.

 O alvinegro aumentou a vantagem sobre o 3º e 4º colocados, de quatro para seis pontos.

 A diferença que precisamos estar sempre atentos é aquela sobre o 5º colocado (primeiro time fora da zona de acesso), importantíssima no que se refere ao acesso. Tal diferença, após esta rodada, aumentou de seis para oito pontos.

 A diferença do 10º colocado para o G4 caiu de dez para oito pontos.

 O aproveitamento do Botafogo aumentou de 62,8% para 64,2%. Como mandante, nosso aproveitamento é de 71,8% e, como visitante, aumentou de 53,8% para 57,1%.

 No 2º turno o Glorioso está na 3ª colocação, com 16 pontos.

 O Botafogo é o melhor visitante da competição, com 24 pontos, e o 8º colocado como mandante, com 28.

 O aproveitamento do Botafogo, de 64,2%, é superior aos aproveitamentos dos 4º colocados de 2012, 2013 e 2014(*), respectivamente 62,3%, 52,6% e 55,3%.

 (*) Em 2014 consideramos o aproveitamento do Vasco, que seria o 4º colocado, caso o América/MG não tivesse sido punido com a perda de seis pontos.

 Nosso aproveitamento é superior ao do campeão de 2014 (61,4%), porém é inferior ao dos campeões de 2012 (68,4%) e 2013 (69,3%).

 O Botafogo tem o melhor ataque do campeonato, com 44 gols marcados, e tem a melhor defesa, com 20 gols sofridos.

 O artilheiro do alvinegro é Pimpão, com 07 gols, seguido por Navarro, com 06, e Sassá e Luis Henrique, ambos com 04.

 Renan Fonseca participou dos 27 jogos do time no Brasileiro, seguido por Willian Arão, com 25 partidas, e Diego Giaretta, com 24 jogos disputados.

 Jogadores pendurados com dois cartões amarelos: Renan Fonseca, Roger Carvalho, Carleto, Serginho, Willian Arão, Tomas e Sassá.

 Na 28ª rodada teremos como adversário a equipe do Macaé, terça-feira, às 19 horas, no Nilton Santos.

 Jogos das equipes que lutam pelo acesso:

- Bragantino (9º) x Boa Esporte – terça-feira - 20h30;
- América/MG (7º) x Criciúma– sexta-feira - 21h;
- Vitória (3º) x Paysandu (2º) – sábado - 16h30;
- Sampaio Corrêa (6º) x Santa Cruz (5º) – sábado - 16h30;
- Náutico (8º) x ABC – sábado - 16h30;
- Luverdense (10º) x Bahia (4º) – sábado – 21h.

 Saudações alvinegras.

sábado, 19 de setembro de 2015

3 pontos? Devemos agradecer a Jefferson!

 O Botafogo enfrentou e venceu o Boa Esporte em Varginha, por 1x0. A vitória nos garantiu a manutenção da liderança. Garanto também que não falta satisfação pelo resultado positivo, afinal o maior objetivo é o acesso, mas o futebol apresentado...

 Segundo jogo seguido em que o time atua mal. Mais uma vez o treinador escalou Sassá de início no ataque. Sobre Sassá começar jogando, minha opinião já foi expressa na última postagem e em postagens anteriores.

 Se vencemos, devemos agradecer ao nosso goleiro. Não à toa ele é seguidamente convocado para a seleção brasileira.

 Nosso gol saiu aos 24 do 1º tempo, após Renan Fonseca esticar boa bola para Arão na direita, que cruzou rasteiro para o meio da área, onde Sassá não conseguiu completar, mas Fernandes pegou o rebote e não desperdiçou: 1x0 Botafogo.

 Estávamos com vantagem no marcador e o adversário pressionava em busca do empate, mas Jefferson estava na nossa meta e foi o grande responsável pelo resultado positivo, com difíceis defesas no 1º tempo: aos 27, em bola cabeceada para trás por Renan Fonseca, com o nosso arqueiro se esticando todo para mandar para escanteio; alguns minutos depois, em chute forte dado próximo da marca de pênalti, novamente ele se esticou e mandou para escanteio; aos 34 a bola foi lançada na nossa área, um atacante se antecipou aos nossos defensores e cabeceou na frente do nosso goleiro, que esticou os braços e defendeu, nos salvando novamente; aos 39, em bola aérea na nossa área, um jogador adversário mandou no travessão e no rebote o atacante deu um toquinho dentro da pequena área e Jefferson defendeu com os pés praticamente em cima da linha, em lance incrível; Teve defesa também na 2ª etapa: aos 27, em arremate feito do bico da pequena área, pelo lado esquerdo, o nosso goleiro defendeu bem;

 Além do gol no 1º tempo, chegamos com certo perigo apenas na 2ª etapa, em arrancada de Daniel Carvalho aos 14, rolando para Luis Henrique chutar cruzado da grande área e a bola sair sem que nenhum alvinegro conseguisse tocar nela e aos 18 e 21, com chutes de Fernandes e de Elvis, para defesas do goleiro.

 Também tomamos outro susto aos 22 do 2º tempo, após Roger Carvalho perder a bola para o atacante junto a lateral esquerda, mas o chute foi por cima.

 As substituições não surtiram efeito: Luis Henrique, substituto de Lulinha, pouco foi acionado; Elvis entrou na vaga de Daniel Carvalho e não conseguiu melhorar o time; Camacho no lugar de Serginho, foi seis por meia dúzia.

 Receberam cartões amarelos: Roger Carvalho e Fernandes.

 Botafogo: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Giaretta; Serginho (Camacho), Willian Arão, Fernandes e Daniel Carvalho (Elvis); Lulinha (Luis Henrique) e Sassá.

 Saudações alvinegras.

 Twitter: @OpiniaoBotafogo

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Situação após 26 rodadas

 Após a 26ª rodada do Brasileiro, está assim a classificação:


 O Botafogo, jogando em casa, tropeçou e empatou por 1x1 com o Oeste, na partida em que Jefferson completou 400 jogos com a camisa alvinegra. O resultado quebrou a sequência de 04 vitórias consecutivas do Glorioso e fez cair a vantagem para o 2º colocado.

 O Botafogo agora está apenas com dois pontos de vantagem para o Paysandu, que é o 2º colocado. Manteve quatro pontos de vantagem sobre o 3º colocado e viu a diferença para o 4º cair de seis para quatro pontos. A diferença do alvinegro para o 5º colocado (primeiro time fora da zona de acesso) se manteve em seis pontos.

 Na próxima rodada a vitória se faz necessária para mantermos a liderança sem depender de outros resultados, já que se empatarmos e o Paysandu vencer sua partida, o time paraense nos ultrapassa pelo número de vitórias.

 A diferença do 10º colocado para o G4 aumentou de nove para dez pontos.

 O aproveitamento do Botafogo diminuiu de 64% para 62,8%. Como mandante, nosso aproveitamento caiu de 75% para 71,8% e, como visitante, é de 53,8%.

 No 2º turno o Glorioso está na 3ª posição, com 13 pontos.

 O Botafogo é o melhor visitante da competição, com 21 pontos, e o 8º colocado como mandante, com 28.

 Nosso aproveitamento de 62,8% se iguala ao do 4º colocado de 2012 (62,3%) e é superior aos aproveitamentos dos 4º colocados de 2013 e 2014(*), respectivamente 52,6% e 55,3%.

 (*) Em 2014 consideramos o aproveitamento do Vasco, que seria o 4º colocado, caso o América/MG não tivesse sido punido com a perda de seis pontos.

 Se nosso aproveitamento é superior ao do campeão de 2014 (61,4%), o mesmo não se pode dizer em relação aos aproveitamentos dos campeões de 2012 (68,4%) e 2013 (69,3%).

 O Botafogo tem o melhor ataque do campeonato, com 43 gols marcados, e tem a melhor defesa, com 20 gols sofridos.

 O artilheiro do alvinegro é Pimpão, com 07 gols, seguido por Navarro, com 06, e Sassá e Luis Henrique, ambos com 04.

 Renan Fonseca participou dos 26 jogos do time no Brasileiro, seguido por Willian Arão, com 24 partidas, e Diego Giaretta, este com 23 jogos disputados.

 Jogadores pendurados com dois cartões amarelos: Renan Fonseca, Carleto, Serginho, Willian Arão, Tomas e Sassá.

 Na 27ª rodada enfrentaremos o Boa Esporte, sexta-feira, às 21h30, em Minas Gerais.

 Jogos para acompanharmos na próxima rodada:

- ABC x Vitória (3º) – sexta-feira - 19h;
- Atlético/GO x América/MG (6º) – sexta-feira - 20h30;
- Bahia (4º) x Sampaio Corrêa (5º) – sábado - 16h30;
- Paysandu (2º) x Náutico (9º) – sábado - 16h30;
- Santa Cruz (7º) x Ceará – sábado - 16h30;

 Saudações alvinegras.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Se pode complicar, para que facilitar?

 Não é mesmo Ricardo Gomes? Quando o treinador merece elogio, com certeza a gente o faz, mas hoje não.

 O Botafogo mais uma vez tropeçou em casa, empatou com o Oeste por 1x1 e deixou escapar dois pontos importantíssimos.

 Pior que o resultado foi o futebol feio. Os equívocos começaram antes da partida, na escalação do time. O treinador mandou a campo cinco atletas de meio de campo e apenas Sassá como atacante.

 Reitero que Sassá funciona bem quando se utiliza de velocidade, contra defensores desgastados. Achei um equívoco também retirar dois jogadores que poderiam decidir em uma jogada, em que pese o fato de que ambos estavam mal na partida: Elvis e Daniel Carvalho. Pelo menos um deles poderia ter sido mantido em campo, pois a criação acabou ficando a cargo de Arão e Camacho, os dois volantes, e a lampejos de Tomas.

 Se individualmente o time não esteve bem, além de desorganizado, a disposição na busca pelo resultado permaneceu até o fim do jogo, o que nos fez somar pelo menos um ponto.

 No 1º tempo chegamos aos 19, quando Sassá foi lançado na área, chegou na bola antes do zagueiro e concluiu na saída do goleiro, que defendeu parcialmente. Aos 39, em bola cruzada, eles ameaçaram, mas Luis Ricardo cortou para escanteio. Aos 47 Sassá recebeu na área, protegeu a bola e rolou para Elvis, mas o chute foi por cima.

 O Botafogo voltou do intervalo com Neilton na vaga de Serginho e não poderia ter sido diferente, face à inoperância ofensiva na 1ª etapa.

 Aos 2 minutos Daniel Carvalho recebeu na esquerda, junto à linha de fundo e cruzou na pequena área para Sassá, que foi puxado pelo zagueiro quando tentava chegar na bola, mas o juiz nada marcou. Na sequência da jogada, aos 3, eles avançaram pela direita, nas costas de Jean, a bola foi tocada na entrada da área onde um jogador paulista chutou forte, colocado e abriu o placar: 1x0 Oeste.

 Aos 9 chegamos com perigo, quando Luis Ricardo recebeu na área, pelo lado direito, chutou cruzado para a pequena área, mas nenhum alvinegro conseguiu tocar na bola.

 Aos 13 levamos um susto, em ataque rápido deles, mas Renan Fonseca cortou para escanteio no momento do arremate.

 O treinador mexeu novamente na equipe aos 17, tirando Daniel Carvalho e colocando Luis Henrique, e aos 26, substituindo Elvis por Tomas.

 O time buscava o empate, mesmo de forma não muito organizada: aos 29 Camacho chutou de longe, o goleiro espalmou e no rebote a bola foi para escanteio; aos 30 Sassá recebeu, girou para cima do zagueiro e chutou da entrada da área, com a bola sendo desviada para escanteio.

 Aos 43 Tomas cobrou falta e o goleiro mandou para escanteio. Após a cobrança, aos 44, Roger Carvalho subiu e de cabeça empatou o jogo: 1x1.

 Tomas recebeu cartão amarelo na partida.

 Botafogo: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Jean; Serginho (Neilton), Camacho, Willian Arão, Elvis (Tomas) e Daniel Carvalho (Luis Henrique); Sassá.

 Saudações alvinegras.

 Twitter: @OpiniaoBotafogo

domingo, 13 de setembro de 2015

Situação após 25 rodadas

 Encerrada a 25ª rodada e restando 13 para o fim do campeonato, a classificação está assim:


 O Botafogo enfrentou o Mogi Mirim em Cariacica/ES, com mando deles, mas o estádio estava lotado de alvinegros, nos fazendo sentir em casa. A vitória por 3x0 foi a quarta consecutiva do Glorioso, que manteve a liderança do Brasileiro.

 O Glorioso tem agora quatro pontos de vantagem sobre o 2º e 3º colocados e seis para o 4º e 5º.

 Tal vantagem garante que terminaremos a próxima rodada na liderança, independente dos resultados. Caso vença o seu jogo na próxima rodada (26ª), o alvinegro já garantirá terminar a rodada 27 na liderança, independente dos resultados da mesma.

 A diferença do 10º colocado para o G4 se manteve em nove pontos.

 O aproveitamento do Botafogo aumentou de 62,5% para 64%. Como mandante, nosso aproveitamento é de 75% e, como visitante, aumentou de 50% para 53,8%.

 Se o Glorioso começou o 2º turno perdendo as duas primeiras partidas, agora já reagiu e se encontra em 2º lugar, com 12 pontos no returno.

 Continuamos sendo o melhor visitante da competição, com 21 pontos, em 13 partidas fora de casa. Como mandantes estamos na 8ª colocação.

 Nosso aproveitamento (64%) é superior aos aproveitamentos dos 4º colocados de 2012, 2013 e 2014(*), respectivamente 62,3%, 52,6% e 55,3%.

 (*) Em 2014 consideramos o aproveitamento do Vasco, que seria o 4º colocado, caso o América/MG não tivesse sido punido com a perda de seis pontos.

 Nosso aproveitamento também é superior ao do campeão de 2014 (61,4%), mas ainda é inferior ao dos campeões de 2012 (68,4%) e 2013 (69,3%).

 O Botafogo tem o melhor ataque do campeonato, com 42 gols marcados, e tem a melhor defesa, com 19 gols sofridos.

 O artilheiro do time é Pimpão, com 07 gols, seguido por Navarro, com 06, e Sassá e Luis Henrique, ambos com 04.

 Renan Fonseca participou dos 25 jogos do time no Brasileiro, seguido por Diego Giaretta e Willian Arão, ambos com 23 jogos disputados.

 Jogadores pendurados com dois cartões amarelos: Renan Fonseca, Carleto, Serginho, Willian Arão e Sassá.

 Diego Giaretta recebeu o 3º cartão amarelo e não poderá enfrentar o Oeste. Por outro lado, Elvis pode retornar após cumprir suspensão contra o Mogi Mirim.

 A 26ª rodada terá todos os seus jogos realizados na próxima terça-feira, quando jogaremos contra o Oeste, às 21h30, nos Estádio Nilton Santos.

 Jogos, na rodada, dos clubes que lutam pelo acesso:

- Bragantino (8º) x Macaé – 19h;
- Ceará x Bahia (3º) – 19h;
- Vitória (4º) x Mogi Mirim – 20h30;
- Criciúma x Sampaio Corrêa (5º) – 20h30;
- Paysandu (2º) x ABC – 20h30;
- Náutico (9º) x Atlético/GO – 20h30;
- CRB x América/MG (6º) – 20h30;
- Boa Esporte x Santa Cruz (7º) – 21h30.

 Saudações alvinegras.

sábado, 12 de setembro de 2015

Abrindo vantagem na liderança!

 O Botafogo foi até Cariacica/ES enfrentar o Mogi Mirim e venceu por 3x0, abrindo vantagem na liderança do Brasileiro. O Glorioso não repetiu o mesmo futebol do jogo contra o Paraná, mas valeu pela vitória, a quarta consecutiva na competição.

 Não há como não destacar a festa proporcionada pela torcida capixaba, que deixou o estádio Kleber Andrade alvinegro. O mando de campo era do adversário, mas quem jogou em casa fomos nós. Parabéns aos botafoguenses do Espírito Santo pela grande acolhida dada ao time. Que o Botafogo possa retornar muito mais vezes ao Estado de vocês.

 O jogo começou e logo no início Luis Ricardo fez grande jogada pela direita, com a bola sendo cortada para escanteio. Daniel Carvalho cobrou aos 2 minutos e Roger Carvalho, de cabeça, abriu o placar: 1x0 Fogão!

 Sassá teve uma chance de ampliar aos 10 minutos, quando recebeu na área, mas o goleiro chegou antes e abafou a bola.

 Embora dominasse o jogo, o tempo se passava e o alvinegro não conseguia chegar com perigo. Aos 29 levamos um susto, após cruzamento da esquerda em que o atacante quase conseguiu chegar na bola.

 Aos 32 Sassá recebeu de Daniel Carvalho, mas chutou em cima do goleiro. No rebote, Arão completou e a zaga cortou para escanteio. Nada mais aconteceu na 1ª etapa.

 Voltamos para o 2º tempo com a mesma formação. Aos 7 minutos, após grande jogada de Daniel Carvalho, a bola sobrou para Lulinha, que cortou o zagueiro, mas chutou em cima do goleiro.

 Aos 10, Jefferson fez uma difícil defesa, após chute de longe do adversário.

 O treinador mexeu aos 16, tirando Lulinha para entrada de Luis Henrique. Aos 28 sacou Daniel Carvalho e colocou Tomas.

 Aos 32 Jefferson apareceu novamente, salvando o time de levar o gol de empate, após um chute cruzado da esquerda. No rebote Giaretta mandou para escanteio.

 Aos 34 saiu Camacho e entrou Fernandes, que com apenas um minuto em campo fez mais que o companheiro substituído, ao dar uma grande assistência para Tomas driblar o goleiro e mandar para as redes: 2x0 Botafogo e alívio para os torcedores.

 Com a vitória garantida, o Botafogo foi tocando a bola e gastando o tempo. Ainda houve tempo para Luis Henrique, aos 44, invadir a área, chegar na bola antes do goleiro e sofrer pênalti. O próprio Luis Henrique cobrou aos 45, com cavadinha, e ampliou: 3x0 Fogão!

 Diego Giaretta levou o 3º cartão amarelo e não poderá enfrentar o Oeste na próxima terça-feira, no Nilton Santos.

 O time, ao meu ver, não se entendeu muito bem com a formação  com três volantes. Hoje tivemos algumas saídas de bola arriscadas por parte de nossa zaga, sobretudo Roger Carvalho. Como já citei em outras postagens, Sassá funciona bem entrando no 2º tempo e imprimindo sua velocidade contra as defesas desgastadas fisicamente.

 Muito bom ter Jefferson de volta na nossa meta. Daniel Carvalho comandou nossas jogadas hoje. Luis Ricardo apoiou bastante o ataque. Renan Fonseca esteve atento, embora o adversário não tenha ameaçado tanto. Fernandes entrou bem no jogo. Apesar de jovem, Luis Henrique mostrou personalidade ao cobrar a penalidade com cavadinha.

 Botafogo: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Giaretta; Serginho, Camacho (Fernandes), Willian Arão e Daniel Carvalho (Tomas); Lulinha (Luis Henrique) e Sassá.

 Saudações alvinegras.

 Twitter: @OpiniaoBotafogo

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Situação após 24 rodadas

 Finalizada a 24ª rodada do Brasileiro, está assim a classificação:


 O Botafogo emplacou a 3ª vitória consecutiva e manteve a liderança. Mantivemos, também, dois pontos de vantagem para o 2º colocado e agora temos quatro pontos sobre o 3º e o 4º.

 Muito importante nessa rodada o fato de termos aumentado a vantagem para o 5º colocado (1º fora da zona de acesso), de quatro para seis pontos. Na próxima rodada somente corremos risco, em caso de tropeço, de perder uma posição.

 A diferença do 10º colocado para o G4 aumentou de seis para nove pontos.

 O aproveitamento do Botafogo aumentou de 60,9% para 62,5%. Como mandante, nosso aproveitamento aumentou de 72,7% para 75% e, como visitante, é de 50%.

 O alvinegro é o melhor visitante da competição e, como mandante, é o 7º colocado.

 Nosso aproveitamento se igualou ao do 4º colocado de 2012 (62,3%) e é superior aos aproveitamentos dos 4º colocados de 2013 e 2014(*), respectivamente 52,6% e 55,3%.

 (*) Em 2014 consideramos o aproveitamento do Vasco, que seria o 4º colocado, caso o América/MG não tivesse sido punido com a perda de seis pontos.

 Nosso aproveitamento, como líder, de 62,5%, é superior ao do campeão de 2014 (61,4%), mas inferior ao dos campeões de 2012 (68,4%) e 2013 (69,3%).

 O Botafogo tem o melhor ataque do campeonato, com 39 gols marcados, e tem a melhor defesa, com 19 gols sofridos.

 O artilheiro do time é Pimpão, com 07 gols, seguido por Navarro, com 06, e Sassá, com 04.

 Renan Fonseca participou dos 24 jogos do alvinegro no Brasileiro, seguido por Diego Giaretta e Willian Arão, ambos com 22 jogos disputados.

 Jogadores pendurados com dois cartões amarelos: Renan Fonseca, Giaretta, Carleto, Serginho, Willian Arão e Sassá.

 Elvis recebeu o 3º cartão amarelo e não poderá enfrentar o Mogi Mirim.

 A 25ª rodada será realizada a partir da próxima sexta-feira, quando enfrentaremos o Mogi Mirim, às 21h30, em Cariacica/ES.

 Outros jogos para acompanharmos na rodada:

- Bahia (4º) x Bragantino (7º) – sexta-feira – 19h;
- Paraná (10º) x Paysandu (2º) – sexta-feira - 20h30;
- América/MG (6º) x Náutico (8º) – sábado - 16h30;
- Sampaio Corrêa (5º) x Ceará – sábado - 16h30;
- Atlético/GO x Vitória (3º) – sábado - 16h30;
- Santa Cruz (9º) x Luverdense – sábado – 16h30.

 Saudações alvinegras.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Com merecida vitória a liderança foi mantida

 O Glorioso conseguiu a terceira vitória consecutiva e manteve a liderança do Brasileiro. A vitória foi merecida, já que dominamos o jogo inteiro, criamos chances e não podíamos deixar escapar o resultado positivo e, com ele, a liderança, devido a um erro defensivo infantil, por meio do qual saiu o gol deles.

 O Botafogo começou tocando a bola e com marcação avançada. Embora pressionando a defesa adversária, fomos nós que falhamos. Aos 13 minutos Giaretta recebeu a bola na lateral esquerda e rolou para o lado, onde estava um jogador adversário, que avançou, entrou na área e chutou no canto: 1x0 Paraná.

 Atrás no placar, o Botafogo partiu em busca do empate. Aos 17 Tomas cobrou falta da entrada da área, sofrida por Lulinha, a bola bateu na barreira e sobrou para Navarro, livre, na entrada da pequena área, mas o arremate foi por cima da meta.

 Aos 19 Luis Ricardo cruzou, Renan Fonseca cabeceou e o goleiro salvou. Na sequência, após novo cruzamento, Lulinha mandou de bicicleta e goleiro salvou novamente. Aos 25 Willian Arão cruzou da direita e Navarro cabeceou para fora.

 Mesmo dominando o jogo, com várias chances de gol, fomos para o intervalo em desvantagem, fruto da falha defensiva.

 Assim como na partida anterior, achei Tomas apagado no jogo, mas a equipe voltou para o 2º tempo com a mesma formação.

 Tentando melhorar o rendimento do time, em busca do resultado positivo, o treinador foi mexendo na equipe: aos 8 saiu Tomas e entrou Daniel Carvalho; aos 14 Lulinha deixou o campo para a entrada de Sassá; aos 23 foi a vez de Navarro ser substituído por Luis Henrique.

 Aos 25 Camacho recebeu no ataque, chutou da entrada da área, a bola foi desviada e saiu junto da trave, para escanteio. Após a cobrança, houve um bate-rebate na área e Sassá chutou forte para empatar: 1x1.

 Em outro bom ataque, Luis Ricardo cruzou da direita, Sassá cabeceou para as redes, mas o juiz marcou uma falta de Luis Henrique no zagueiro, invalidando o lance.

 A pressão alvinegra continuava: aos 34 Elvis puxou um contra-ataque, lançou Sassá na esquerda, o goleiro saiu do gol e foi driblado por Sassá, que completou meio sem ângulo e a bola bateu na rede pelo lado de fora; aos 35 Luis Henrique cruzou e, antes que Sassá chegasse na bola, o zagueiro cortou para escanteio; aos 38 Luis Ricardo lançou na área, Sassá ajeitou de cabeça e Roger Carvalho chutou por cima.

 O Botafogo pressionava, o segundo gol não saía e acabamos tomando um susto aos 40, quando em bola cruzada da esquerda, Helton Leite deu um tapinha para o lado e a bola sobrou livre para um adversário que chutou forte, mas Roger Carvalho salvou, interceptando para escanteio.

 Depois do susto veio o nosso gol: aos 41 Willian Arão dominou na direita, lançou na área, Daniel Carvalho dividou com o zagueiro e a bola sobrou para Sassá chutar e estufar as redes: 2x1 Fogão!

 Receberam cartão amarelo: Tomas, Elvis (3º dele e não enfrenta o Mogi Mirim) e Luis Henrique.

 Gostei da postura, da atuação do time, das oportunidades criadas e das três substituições do treinador. Os três substitutos entraram bem na partida.

 Mais uma vez achei Tomas apagado; a falha de Giaretta poderia ter nos custado caro. Que tenha mais atenção daqui para frente; Navarro não estava em noite inspirada e não foi somente pelo gol claro que perdeu; não sei se por estar mal acostumado em ver Jefferson na nossa meta, mas hoje, nos raros ataques do adversário, fiquei receoso com as intervenções do goleiro alvinegro.

 Agora enfrentaremos o Mogi Mirim, na sexta-feira, às 21h30. O mando de campo é deles, mas a partida será em Cariacica/ES, onde podemos afirmar que jogaremos em casa.

 Botafogo: Helton Leite, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Giaretta; Camacho, Willian Arão, Elvis e Tomas (Daniel Carvalho); Lulinha (Sassá) e Navarro (Luis Henrique).

 Saudações alvinegras.

 Twitter: @OpiniaoBotafogo

domingo, 6 de setembro de 2015

Situação após 23 rodadas

 Terminada a 23ª rodada, a classificação atualizada do Brasileiro é a seguinte:


 O Botafogo foi a Salvador, venceu o Vitória e se manteve na liderança.

 Se após a rodada anterior tínhamos apenas um ponto de vantagem sobre o 2º, 3º e 4º colocados, agora estamos com dois de vantagem para o 2º, três sobre o 3º e quatro sobre o 4º colocado.

 Tal situação nos garante no G4, independente dos resultados da próxima rodada, já que o 4º e 5º colocados não têm como nos alcançar. Inclusive, o 3º pode até se igualar em número de pontos, mas teria que tirar uma diferença de 10 gols de saldo.

 A diferença do 10º colocado para o G4 diminuiu de sete para seis pontos.

 O aproveitamento do Botafogo aumentou de 59,1% para 60,9%. Como mandante, nosso aproveitamento é de 72,7% e, como visitante, aumentou de 45,4% para 50%. O Glorioso é o melhor visitante da competição.

 Nosso aproveitamento ainda é inferior ao do 4º colocado de 2012 (62,3%), mas superior aos aproveitamentos dos 4º colocados de 2013 e 2014(*), respectivamente 52,6% e 55,3%.

 (*) Em 2014 consideramos o aproveitamento do Vasco, que seria o 4º colocado, caso o América/MG não tivesse sido punido com a perda de seis pontos.

 Nosso aproveitamento, como líder, de 60,9%, é inferior ao dos campeões de 2012 (68,4%), 2013 (69,3%) e 2014 (61,4%).

 O Botafogo tem o melhor ataque do campeonato, com 37 gols marcados, e tem a melhor defesa também, com 18 gols sofridos.

 O artilheiro do time é Pimpão, com 07 gols, seguido de perto por Navarro, com 06. Luis Henrique, Neilton, Lulinha e Willian Arão marcaram 03 gols cada.

 Renan Fonseca participou dos 23 jogos do alvinegro no Brasileiro, seguido por Diego Giaretta e Willian Arão, ambos com 21 jogos disputados.

 Jogadores pendurados com dois cartões amarelos: Renan Fonseca, Giaretta, Carleto, Serginho, Willian Arão, Elvis e Sassá.

 Fernandes recebeu o 3º cartão amarelo contra o Vitória e não poderá atuar na próxima rodada.

 A 24ª rodada terá início já nesta segunda-feira, com duas partidas, sendo completada na terça-feira, quando enfrentaremos o Paraná, às 19 horas, no Nilton Santos. O time do sul começou bem o 2º turno, com três vitórias e uma derrota, ocupando a 3ª posição na classificação do returno.

 Jogos de nossos concorrentes ao acesso, para acompanharmos:

- Ceará x Náutico (6º) – segunda-feira – 19h;
- Sampaio Corrêa (3º) x América/MG (7º) – terça-feira - 16h30;
- Bahia (5º) x Macaé – terça-feira - 19h;
- Criciúma x Vitória (4º) – terça-feira - 19h;
- Santa Cruz (8º) x Paysandu (2º) – terça-feira - 19h.

 Saudações alvinegras.